Caso você não consiga visualizar, clique aqui.
Caso K e Estação Livre vencem nas categorias de projetos especiais
Mais de 43,6 mil votos válidos definiram o resultado do 15º Troféu Mulher IMPRENSA. Uma iniciativa da Revista e Portal IMPRENSA, esta edição especial conta com o apoio da ESPM e o patrocínio da Bayer, no ano em que celebra seus 125 anos de atuação no Brasil.
A reportagem Caso K da Agência Pública conquistou o primeiro lugar na votação popular, com 35,7% dos votos válidos dentro da categoria “melhor projeto: canal, programa, reportagem especial ou série sobre a temática feminina”. Caso K é uma série de reportagens realizada pela Agência Pública em 2021, que conta a história inédita sobre as acusações de abusos sexuais contra Samuel Klein, fundador da Casas Bahia. A série é assinada pelos jornalistas Ciro Barros, Clarissa Levy, Mariama Correia, Rute Pina, Thiago Domenici, Andrea DiP.
Já na categoria projetos especiais com a temática diversidade o Programa Estação Livre da TV Cultura ficou com o primeiro lugar com 40,9% dos votos válidos. Apresentado pela jornalista e empreendedora Cris Guterres, o programa estreou em abril de 2021 com a missão de valorizar a cultura negra, a rica diversidade do Brasil e trazer a sociedade para repensar e ajudar a reconstruir um país mais justo para todos.
As mulheres vencedoras nas 13 categorias específicas serão conhecidas no dia 25 de novembro, quinta-feira, em destaque ao dia internacional para a eliminação da violência contra a mulher. O prêmio será celebrado com um programa híbrido a ser transmitido no dia 10 de dezembro, dia dos direitos humanos.
PROJETOS VENCEDORES DA 15ª. EDIÇÃO DO TROFÉU MULHER IMPRENSA
PRÊMIO ESPECIAL
• Melhor projeto: canal, programa, reportagem especial ou série sobre a temática feminina
1º. Caso K - Agência Pública 35,7%
2º. AzMina - Revista AzMina 28,8%
3º. Nós, Mulheres da Periferia 18,5%
4º. Portal Universa - UOL 8,9%
5º. Saia Justa - GNT 7,9%
• Melhor projeto: canal, programa, reportagem especial ou série sobre a temática diversidade
1º. Estação Livre - TV Cultura 40,9%
2º. Alma Preta - Alma Preta Jornalismo 25,9%
3º. Mamilos - B9 Podcasts 19,1%
4º. Eleitas: Mulheres na Política 7,9%
5º. Falas do Orgulho - Globoplay 5,9%
Sobre o prêmio
Única premiação jornalística do Brasil dedicada exclusivamente ao público feminino, o Troféu Mulher IMPRENSA foi lançado em 2005, por iniciativa das redações da Revista e Portal IMPRENSA. Criado antes da Lei Maria da Penha, já premiou mais de 170 mulheres na comunicação, e tem contribuído para os debates sobre os direitos da mulher e os desafios no exercício da profissão.
Nesta trajetória, as profissionais que conquistaram o Troféu em cinco ou mais edições foram nomeadas “madrinhas”. Este ano, homenageamos a jornalista Sonia Blota que será madrinha ao lado de Lucia Hippolito, Mônica Bergamo, Miriam Leitão e Eliane Brum.
O Troféu Mulher IMPRENSA é destinado a reconhecer o trabalho jornalístico das mulheres dentro e fora das redações brasileiras. A 15ª edição visa prestigiar as jornalistas que se destacaram em suas áreas de atuação no biênio 2020/2021, além de fomentar a pauta dos direitos humanos através do tema diversidade.
As 65 finalistas e os 10 projetos foram definidos por um júri de excelência composto por 46 profissionais com experiências diversas no mercado brasileiro de comunicação. A etapa de votação popular aconteceu de 13 de outubro a 13 de novembro de 2021.
Caso você não queira mais receber este e-mail, clique aqui.