COI terceiriza negociação de direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de 2016

Redação Portal IMPRENSA | 18/02/2009 18:37

O Comitê Olímpico Internacional (COI) repassou a negociação dos direitos de TV dos Jogos Olímpicos de 2016 para a agência Sportfive, que negociará a transmissão do evento em 40 países europeus. O acordo prevê também a inclusão dos direitos de veiculação dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014.

Em nota oficial, o COI afirmou que a empresa foi escolhida por sua capacidade de negociar e também por seu compromisso com os Jogos e com os valores olímpicos. Apesar do acordo, a agência não negociará o os direitos nos países em que as emissoras já possuem acordos de transmissão diretamente com o Comitê. Desse modo, Reino Unido, Itália, Espanha, Alemanha, França e Turquia ficam de fora da lista de negociações da Sportfive.

De acordo com informações da Agência Estado, o acordo exige que as emissoras que adquirirem os direitos têm a obrigação de transmitir ao vivo, pelo menos, 200 horas de competições nos Jogos de 2016, e 100 horas em 2014. A meta do comitê, estabelecida antes da crise financeira mundial, é arrecadar pelo menos 1 bilhão de euros apenas com os direitos de TV na Europa. "Esse acordo marca uma nova era na transmissão dos Jogos Olímpicos. Nosso objetivo é que cada vez mais gente tenha direito à experiência de acompanhar as competições", disse o presidente do COI, Jacques Rogge.

Leia mais

-Presidente do COI elogia em carta matéria de revista chinesa sobre as Olimpíadas
-COI prevê adiamento em acordos sobre direitos de TVs norte-americanas