Após protestos contra cortes, TV Brasil anuncia ampliação do jornalismo em sua programação

Redação Portal IMPRENSA | 28/06/2024 07:37
Pouco mais de um ano atrás, um comunicado da direção de jornalismo da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), distribuído na redação de Brasília, levou jornalistas da casa a protestarem.

O comunicado anunciava mudanças na estrutura da TV Brasil, que integra a EBC, incluindo o possível fim do Repórter Brasil Tarde e de telejornais locais. 

O anúncio dos cortes havia sido feito poucos dias após o governo Lula fechar acordos de cooperação entre a EBC e mídias estatais chinesas, incluindo a Agência de Notícias Xinhua e o China Media Group (CMG). Considerado o maior grupo de imprensa estatal da China, o CMG opera 47 canais de TV, 17 emissoras de rádio, três portais de notícia e 20 jornais e revistas.

A manifestação contra os cortes no jornalismo da TV Brasil teve apoio da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e de sindicatos de jornalistas. 
Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil
Paulo Garritano e Marília Arrigoni, apresentadores do Stadium: programa esportivo ganhou edição extra 
Após as manifestações, Paulo Pimenta, ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, afirmou que iria receber uma comissão para reavaliar o enxugamento.

Os jornalistas que participaram do protesto criticaram o que chamaram de "desmonte de uma estrutura já enxuta". A EBC conta com cerca de 400 jornalistas dentre seus 1,6 mil funcionários. 

Aparentemente as reivindicações surtiram efeito. A TV Brasil anunciou esta semana a ampliação do espaço ocupado por atrações jornalísticas em sua programação. As novidades incluem uma nova edição do programa esportivo Stadium e a ampliação da duração do telejornal Repórter Brasil Tarde.  

Chamada de 1º Tempo, a edição extra do Stadium irá ao ar às 12h30. A ideia é cobrir os mesmos assuntos já exibidos na edição exibida diariamente às 18h30, como e-sports, além de modalidades tradicionais e campeonatos transmitidos pela TV Brasil, incluindo a Série B do Brasileirão, o Brasileirão Feminino e a Liga de Basquete Feminino. 

Já o Repórter Brasil Tarde, apresentado por Luciana Barreto, teve sua duração ampliada de 30 para 45 minutos. A atração vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 12h45, e conta com participações ao vivo de São Paulo, do Rio de Janeiro e de Brasília. A versão noturna do telejornal, apresentada por Guilherme Portanova e Iara Balduíno, continua começando às 19h e mantém a duração de uma hora.