Biden exige investigação sobre morte de jornalista palestina em visita ao Oriente

Presidente comentou o assassinato de Shireen Abu Akleh

Redação Portal Imprensa | 19/07/2022 10:51


A viagem do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ao Oriente Médio ampliou as cobranças sobre o chefe de Estado acerca do relacionamento com países que violam os direitos à liberdade de expressão.


De acordo com a EFE, Biden exigiu uma investigação "completa" e "transparente" sobre a morte da jornalista palestina Shireen Abu Akleh, da Al Jazeera. A jornalista, morta em maio, também tinha nacionalidade americana. Ela foi assassinada enquanto cobria uma operação israelense no campo de refugiados de Yenin, na Cisjordânia.

Crédito:Reprodução
Jornalistas protestaram contra morte de Shireen Abu Akleh


A Autoridade Nacional Palestina e uma série de organizações e meios de comunicação internacionais culpam o exército de israelense pela morte de Abu Akleh. Porém, o regime de Jerusalém contesta a versão.


"Os Estados Unidos continuarão insistindo em uma investigação completa e transparente de sua morte. Os Estados Unidos seguirão defendendo a liberdade de imprensa em todo o mundo", garantiu Biden durante declarações ao lado do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.


Protesto


Durante o discurso do presidente dos Estados Unidos, uma cadeira com a foto da jornalista e a inscrição em árabe: "A voz da Palestina" ficou vazia na sala. Além disso, vários profissionais de imprensa que cobriam o evento usavam camisas pretas com a frase "Justiça por Shireen". 


Especialistas norte-americanos realizaram investigação própria sobre o caso, mas não chegaram a uma "conclusão definitiva" sobre a origem da bala que matou a jornalista. 


Para Washington, o tiro "provavelmente" tenha sido disparado por forças israelenses em um ato intencional. A declaração gerou revolta entre autoridades palestinas e familiares da repórter.


Leia também

- Jornalista que exibiu cartaz contra guerra na Ucrânia na TV é detida na Rússia

Com ampla programação online e gratuita, 17º Congresso da Abraji abre inscrições