CNN Brasil estreia agregador de pesquisa em parceria com Instituto Locomotiva

Redação Portal IMPRENSA | 15/06/2022 17:36
A CNN Brasil ingressou no grupo de veículos de comunicação adeptos de agregadores de pesquisas e começou a usar a ferramenta esta semana no CNN 360º, que é apresentado por Daniela Lima e vai ao ar a partir das 16h. A iniciativa foi feita em parceria com o Instituto Locomotiva e usa tecnologia de meta-análise, que faz o cruzamento de dados de diferentes pesquisas e promete números mais realistas da disputa eleitoral.

Presidente do Instituto, Renato Meirelles explica que o agregador de pesquisas é um algoritmo que analisa o histórico de acertos de cada instituto de pesquisa e dos métodos de coleta de dados, atribuindo um peso a cada nova pesquisa, de forma a possibilitar que o público dos veículos de imprensa que usam a tecnologia saiba, em tempo real, o "termômetro da opinião pública".
Crédito: Divulgação

Ainda segundo Meirelles, esse tipo de tecnologia ajuda a dar credibilidade às pesquisas em tempos de eleições ameaçadas por fake news, desinformação e questionamentos em torno da legitimidade dos resultados. “Nunca na história democrática brasileira tivemos tantas pesquisas eleitorais como temos hoje. Ao mesmo tempo que isso significa mais informação ao eleitor, várias perguntas surgem. Em qual pesquisa acreditar? Qual o melhor método para se obter informações?”

A metodologia do Locomotiva, prossegue Meirelles, prioriza pesquisas com maior amostra de entrevistados, maior abrangência territorial, metodologia melhor avaliada e feitas por institutos que tiveram mais acertos no passado. A plataforma ficará disponível para pesquisa no site da CNN Brasil.  

Entre os institutos e empresas de pesquisas analisadas pela plataforma estão MDA, Ipespe, Poder Data, Datafolha, Futura, Datatempo, Ibope/Ipec, Vox Populi, Quaest, Paraná Pesquisas, Atlas, Ideia Big Data, Gerp, FSB, IstoÉ/Sensus e RealTime Big Data. 

Leia também