Jornalista é ameaçado de morte e Congresso em Foco sofre ataque após reportagem sobre apoio a Bolsonaro em fórum

Redação Portal IMPRENSA | 06/06/2022 10:55
Assinada pelo jornalista Lucas Neiva e publicada no sábado (4) no Congresso em Foco, uma reportagem sobre um fórum anônimo que produz fake news em favor do presidente Jair Bolsonaro levou o site de notícias e o profissional de imprensa a virarem alvo de ataques.

Neiva sofreu ameaças de morte ao longo do fim de semana e teve dados pessoais vazados. Editora do serviço investigativo Congresso em Foco Insider, Vanessa Lippelt também foi ameaçada. Já o site do Congresso em Foco sofreu um ataque hacker e ficou fora do ar até a manhã do domingo.

O jornalista fez um boletim de ocorrência na 9ª Delegacia de Polícia de Brasília. A reportagem que suscitou os ataques foi sobre um fórum de internet do tipo imageboard. Conhecido como 1500chan, o fórum permite que internautas se comuniquem sem identificação. Além de mensagens de apoio a Jair Bolsonaro, o fórum é repleto de ataques a movimentos sociais, conteúdos racistas e antissemitas e teorias da conspiração.
Crédito: Reprodução Congresso em Foco
A reportagem assinada por Lucas Neiva revelou que um usuário da plataforma fez uma postagem em que anuncia que quer pagar do próprio bolso pela criação de conteúdo eleitoral desinformativo pró Jair Bolsonaro. Em outras publicações, usuários defendem o assassinato de profissionais da imprensa.

Após a publicação da matéria, o site 1500chan deixou seu conteúdo acessível somente para usuários que usam ferramentas específicas de navegação.

A equipe jurídica do  site do Congresso em Foco está trabalhando nesta segunda-feira (6) em cima do caso e em contato com a Polícia Civil do Distrito Federal.

Nas redes sociais, diversos jornalistas e entidades de defesa do jornalismo e da liberdade de imprensa manifestaram solidariedade ao veículo e ao repórter e repudiaram os ataques feitos pelos internautas e hackers.

Leia também