Estação Livre, da TV Cultura, celebra Dia Mundial da África com edição especial

Redação Portal IMPRENSA | 25/05/2022 15:11
Criado com a missão de valorizar a cultura negra e a diversidade do Brasil, o programa Estação Livre, da TV Cultura, é apresentado pela jornalista Cris Guterres, que foi considerada pela revista Forbes uma das criadoras de conteúdo mais inovadoras de 2020.

Em homenagem ao Dia Mundial da África, celebrado em 25 de maio, a edição desta sexta-feira (27), que vai ao ar às 22h, será especial e terá uma entrevista com o rapper Rincon Sapiência. A conversa foi gravada na casa do artista, que vai falar sobre as influências africanas em sua música e comportamento.
Crédito:Reprodução
Cris Guterres, jornalista e apresentadora do Estação Livre

O programa também terá participação do sociólogo e sambista Tadeu Kaçula e da empresária guineense Nádia Ferreira, que deixa o tema escravidão de lado e faz uma abordagem da história da África focada em conhecimento e tecnologia.

O programa também apresenta reportagens sobre o Quilombo Barra Dois, na Bahia, sobre a banda Höröyá, de São Paulo (que tem três integrantes senegaleses), e sobre a consultoria especializada em África Afrika Academy.

O Museu Afro Brasil, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e a Lei 10.639, que tornou obrigatória a inclusão da história e cultura afro-brasileira na grade curricular do ensino fundamental e médio do Brasil, também são abordados por esta edição especial do Estação Livre.

Leia também