Morre Alberico de Sousa Cruz, ex-diretor de Jornalismo da Globo

Redação Portal Imprensa | 10/05/2022 18:11
Morreu nesta terça-feira, 10, Alberico de Souza Cruz, aos 84 anos. Ele estava internado há uma semana na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro, com complicações de leucemia, diagnosticada há dois anos e meio.
 
Mineiro, nascido em Abaeté, Alberico formou-se em direito, mas acabou seguindo o caminho da comunicação.
 
O jornalista foi diretor de jornalismo da Central Globo de Jornalismo nos anos 1990 e teve passagens nos principais jornais, revistas e emissoras do país. Passou pelo Jornal da Cidade, o Binômio, a sucursal mineira da Última Hora, Jornal do Brasil e revistas Manchete e Veja.
 
Alberico entrou na Globo em 1980, convidado por Armando Nogueira para ser o diretor de Jornalismo da emissora em Minas Gerais. Em 1990, substituiu o próprio Nogueira na direção da Central Globo de Jornalismo.
Crédito:TV Globo












Participou de algumas das mais importantes coberturas jornalísticas, como a morte do presidente eleito Tancredo Neves, em 1985, da cobertura da Guerra do Golfo, em 1991, e da Conferência do Clima Eco 92, no Rio de Janeiro.

 
Ficou na Globo até 1995. Depois, tornou-se sócio de um canal de TV a cabo regional e comandou o jornalismo da Rede TV até se aposentar, em 2002.
 
Alberico deixa mulher, Regina, duas filhas, Cristiana e Janaína, e três netos.