Organizações enviam carta aberta ao Pulitzer em prol da transparência

Redação Portal IMPRENSA | 09/05/2022 09:43
Para incentivar que veículos de informação sejam mais transparentes, participando da pesquisa anual de diversidade (ou similares) da News Leaders Association's (Associação de Novos Líderes, em tradução livre), um grupo de organizações jornalísticas profissionais, ONGS e sindicatos vieram à público pedindo o engajamento do Prêmio Pulitzer. 

Os profissionais pedem que o Prêmio inclua uma cláusula de participação nas pesquisas como parte das exigências para inscrição. O documento cita que recentemente, o Nieman Lab (Fundação Nieman para o Jornalismo) pediu respostas para 2.500 mídias, mas apenas 303 responderam. 
Crédito:Reprodução
Prêmio Pulitzer
Organizações pediram inclusão de cláusula na inscrição do pulitzer
Ao Nieman, a administradora do Pulitzer, Marjorie Miller, confirmou o recebimento do documento, e disse apoiar os esforços para implementar a diversidade nas redações. Ela, no entanto, relatou que "não teve tempo para estudar a carta, ou a pesquisa, ou os esforços na NLA em particular". 

Veja na íntegra o conteúdo da carta: 

"Prezada Marjorie,

Estamos apelando aos Prêmios Pulitzer para nos ajudar a melhorar a diversidade e a transparência na indústria de notícias. Na terça-feira, 12 de abril, o Nieman Lab informou que havia 'resistência esmagadora' por parte das organizações de notícias para participar de uma pesquisa anual de diversidade da News Leaders Association. O grupo planejou ter 2.500 organizações participantes e no final apenas 303 completaram esta importante pesquisa.

Isso é inaceitável.

Nosso país está reconhecendo a desigualdade racial e muitos na indústria do jornalismo não podem ou não fornecerão transparência essencial na redação sobre a diversidade da equipe. Se não podemos coletar dados cruciais, como esperamos melhorar a diversidade das redações e representar nossas comunidades? A NLA é a única organização que coleta esses dados essenciais há mais de 40 anos e deve continuar, mas só continuará se as organizações de notícias forem incentivadas a participar dessas pesquisas demográficas.

Pedimos à sua organização que promova esta pesquisa e relatórios de dados demográficos adicionando os seguintes critérios ao seu processo de seleção para os Prêmios Pulitzer de Jornalismo:

Para se qualificar para um prêmio, as organizações devem fornecer prova de participação na pesquisa/censo geral mais recente da News Leaders Association ou outro sistema de relatórios do setor que compartilhe dados publicamente, a partir de 2024 (ou seja, devem participar da coleta de dados deste ano para ser elegível para prêmios/financiamento em 2024).

Ao implementar esses novos critérios, os Pulitzers honrariam não apenas o grande jornalismo, mas também o jornalismo de redações dispostas a prestar contas ao público. A NLA apoia essa adição aos critérios de inscrição do Pulitzer e está comprometida em priorizar essa pesquisa e trabalhar com redações para aumentar a participação.

Os jornalistas têm o dever ético de serem responsáveis ??e transparentes. Devemos prestar contas a nossos leitores e funcionários, garantindo que nossas redações reflitam a demografia de nossos leitores. E devemos ser transparentes com esses dados para melhorar a diversidade de nossas redações para que possam operar em todo o seu potencial."

Leia também: