Suspeito de esfaquear jornalista Gabriel Luiz é encaminhado para o Complexo da Papuda

Redação Portal IMPRENSA | 18/04/2022 09:31
Um dos suspeitos de esfaquear Gabriel Luiz, repórter da TV Globo, na última quinta-feira, em Brasília, teve a prisão convertida em preventiva pela Justiça do Distrito Federal. 

José Felipe Leite Tunholi, de 19 anos, foi ouvido em audiência de custódia ontem (17), e será transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda por tempo indeterminado. 
Crédito:Reprodução/TV Globo
Gabriel Luiz foi esfaqueado na quinta-feira em Brasíli
Gabriel Luiz foi esfaqueado na quinta-feira em Brasíli
O segundo envolvido, um menor de 17 anos, está recolhido no Núcleo de Atendimento Integrado (NAI), ligado à Subsecretaria de Políticas para Crianças e Adolescentes. Ele também deve passar por uma audiência de custódia, mas a data não foi divulgada pela Polícia. 

Os suspeitos foram localizados horas depois do crime. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de um latrocínio. 

O jornalista Gabriel Luiz foi atacado na noite de quinta-feira, perto de sua casa. Ele foi atingido com 10 facadas no pescoço, abdômen e perna esquerda, e está internado no Hospital de Brasília. 

Segundo informações do Correio Brasiliense, o repórter passou por quatro cirurgias no Hospital de Base, e que passou esta noite "menos agitado". Wilton Luiz Araújo, pai de Gabriel, informou que ainda não há previsão de alta. "O quadro ainda é grave, mas aos poucos, ele está melhorando e tendo uma boa recuperação". 

Gabriel está lúcido, estável, consciente e já consegue conversar. Ele deve passar por novos exames amanhã para a reavaliação da alimentação. 

Leia também: