'Truth Social', rede social de Trump, começa a ser testada nos Estados Unidos

Redação Portal IMPRENSA | 18/02/2022 10:46
Cerca de 500 usuários já estão testando uma versão beta do aplicativo Truth Social, aplicativo criado por Donald Trump após o empresário e ex-presidente dos Estados Unidos ser banido do Facebook, Twitter e do YouTube. 

O Trump Media & Technology Group, empreendimento de mídia e tecnologia de Trump responsável pela criação do app, afirmou que vai oferecer uma "experiência envolvente e livre de censura". O lançamento deve acontecer em março. 
Crédito:US State Department
O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
A empresa não esclareceu, no entanto, se a "liberdade de expressão" proposta está de acordo com as políticas da Apple Store e das lojas de app do Google. As lideranças do setor enxergam a iniciativa com certa desconfiança. 

O vice-presidente de operações da Right Side Broadcasting Network, Liz Willis, afirmou à Reuters que recebeu um convite para a rede social por e-mail na última terça-feira. Ele baixou o aplicativo por meio do site de testes TestFlight, da Apple, utilizado por desenvolvedores antes dos lançamentos na App Store.

Wayne Dupree, fundador do WayneDupree.com e fundador de um podcast conservador, também já está na rede social. 

"Posso ver minha participação no Truth Social superando o Twitter porque parece que não sou reprimido como tenho sido no Twitter desde 2016", disse. 

"Quero compartilhar minhas crônicas de pai solteiro. Quero que meus seguidores vejam que sou mais do que política e sinto que o Truth Social vai permitir que meu público me veja como o Twitter propositalmente não permitia", acrescentou. 

Fontes disseram à agência internacional que, assim como o Twitter, os usuários podem compartilhar mensagens e escolhem quem seguir. O feed é semelhante a uma newsletter, e há notificações quando alguém menciona ou segue o perfil. 

Leia também: