MPF quer que Twitter preste esclarecimentos sobre desinformação na pandemia

Redação Portal Imprensa | 06/01/2022 15:54
Após a mobilização de usuários brasileiros para denunciar a disseminação de desinformação sobre vacinas e pandemia no Twitter, o Ministério Público Federal requisitou informações à plataforma nesta quinta-feira, 6 de janeiro. 

O órgão quer detalhes sobre a divulgação de conteúdos falsos relacionados a covid-19 e sobre critérios de verificação de usuários da plataforma.

O MPF deu prazo de 10 dias úteis para o Twitter enviar as informações solicitadas. O ofício encaminhado à plataforma foi assinado pelo procurador da República Yuri Corrêa da Luz. 
Crédito:Reprodução
Muitos usuários do Twitter, inclusive jornalistas, têm denunciado falhas na política da empresa no Brasil para conter a disseminação de fake news.  

A plataforma tem sido duramente criticada por ter concedido o selo de verificação à blogueira bolsonarista Bárbara ‘Te Atualizei’ Destefani, que teve o canal do YouTube desmonetizado por uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A ausência de uma ferramenta no Twitter brasileiro que permita denunciar desinformação sobre vacinas e pandemia também vem sendo criticada por usuários da plataforma. Em outros países o recurso já está disponível.