Sindicato dos Jornalistas cobra medidas da Record contra surto de covid-19

Redação Portal IMPRENSA | 05/01/2022 10:03
Após o aumento no número de casos de covid-19 na redação do jornalismo da TV Record, o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) interviu cobrando medidas para mitigar o contágio entre os profissionais. 

Em um comunicado enviado ao RH da empresa, o SJSP pediu a adoção imediata do home office para o maior número possível de funcionários, testagem em massa,  disponibilização de máscaras e adoção das demais recomendações sanitárias para evitar também a disseminação da influenza. 
Crédito:Reprodução
Funcionários relataram aumento no número de casos de covid-19 na Record
Funcionários relataram aumento no número de casos de covid-19 na Record
Todos que apresentarem sintomas respiratórios, segundo o texto, precisam ser isolado dos demais colegas - vale salientar que além da covid-19, São Paulo também enfrenta uma epidemia de gripe com uma nova variante da influenza, a H3N2. 

Em dezembro, após uma onda de contaminações na RedeTV!, o sindicato também foi acionado e solicitou a testagem em massa dos jornalistas. 

Os sintomas das duas doenças podem se confundir, e é preciso realizar testes para um diagnóstico preciso. Na cidade de São Paulo, a partir de hoje (5), quem apresentar sintomas respiratórios será testado para os dois vírus que podem, inclusive, acometer o indivíduo ao mesmo tempo. 

Leia também: