'Netflix das notícias': Jornalista lança newstech para o jornalismo independente

Redação Portal IMPRENSA | 30/12/2021 10:10
A Netflix das notícias: essa é a ideia do jornalista Andrei Netto para a Headline, uma newstech voltada para o jornalismo independente. A ideia é tornar a produção de conteúdo mais sustentável. 

A partir de uma assinatura, o leitor pode acessar diferentes tipos de conteúdo, remunerando os produtores com base na quantidade de acessos. Segundo o fundador Andrei Netto, o projeto "é uma mistura de Médium com visão de Netflix e infraestrutura de Spotify. A ideia é trazer para o jornalismo a ideia de plataforma", afirmou ao portal 'Startups'.
Crédito: Reprodução
'Netflix das notícias',Headline deve estrear em Janeiro
O conteúdo disposto na plataforma também poderá ser licenciado, como uma espécie de agência de notícias. O projeto está em desenvolvimento há dois anos, e já recebeu um aporte de R$ 3 milhões da Santos Vision, e outros 400 mil euros de investidores anjo e iniciativas de fomento como o Digital News Initiative (DNI) do Google. Em novembro, a newstech levantou 150 mil euros junto ao Banco Público de Investimento da França (Bpifrance). 

Andrei Netto mora na França desde 2006, onde atuou por mais de 10 anos como correspondente, e lá, a partir das demandas diante da precarização da profissão, surgiu a Headline. 

Os jornalistas Deborah Berlinck (ex-O Globo), Mario Camera (correspondente na Europa), Danilo Rocha Lima (Ex-CBN), Felipe Paiva (ex-Rua/Mídia Ninja) também estão no projeto. Jean-Baptiste Bouvier assumiu como diretor financeiro, e Joaquim Santos Maia. 

A expectativa é que o serviço passe a funcionar a partir de janeiro. Por enquanto, a produção de conteúdo está focada nas redes sociais. A estreia vai acontecer no Brasil, mas a ideia é expandir. "O Brasil é um mercado grande, mas acreditamos que o potencial seja global", disse. 

Leia também: