Em perseguição a jornalistas, manifestantes pró-Bolsonaro tentaram invadir Ministério

Redação Portal IMPRENSA | 08/09/2021 19:01
Em Brasília desde as manifestações de 7 de setembro, um grupo de bolsonaristas perseguiu jornalistas na capital federal na manhã desta quarta-feira, 8. 

Relatos apontam que, para não ser agredidos, os profissionais de imprensa precisaram fugir para a sede do Ministério da Saúde. 

Quando perceberam o movimento dos jornalistas, os manifestantes pró-governo teriam tentado invadir o local. A Polícia Militar foi acionada, mas os manifestantes acabaram contidos por seguranças. 

As informações foram confirmadas à imprensa pela assessoria de comunicação do Ministério da Saúde. 

O grupo que tentou a invasão foi às ruas junto ao presidente Jair Bolsonaro, em protesto marcado pela defesa de pautas antidemocráticas e ataques ao STF. Bolsonaro chegou a dizer que não vai mais cumprir decisões do ministro Alexandre de Moraes.

Vídeos mostrando a tentativa de invasão à sede do Ministério da Saúde circularam ao longo do dia nas redes sociais.

Crédito:Reprodução Twitter
Também nesta terça-feira, 8, manifestantes pró-governo ameaçaram invadir o prédio do STF. Durante os atos de 7 de Setembro, diversas faixas pediam o fechamento da Corte. 

A Polícia Militar precisou isolar a Praça dos Três Poderes e um início de confusão pela manhã exigiu o uso de spray de pimenta.