'Nós, mulheres da periferia' se reposiciona e apresenta série de lives

Redação Portal IMPRENSA | 30/07/2021 10:56
O site 'Nós, mulheres da periferia' está se lançando um novo posicionamento após sete anos de mercado. Com uma nova identidade visual e novas editorias, a ideia é abordar o que acontece no Brasil e no mundo de uma novo jeito, sempre sob a ótica de mulheres negras e periféricas. 

Acompanhando a nova estratégia, o veículo lança também uma série de lives batizada de 'Conversa de Quintal', que vai discutir o jornalismo feito por mulheres no Brasil. As conversas serão transmitidas pelo Youtube, Instagram e Facebook do site ao longo do segundo semestre. 
Crédito:Divulgação/Nós, mulheres da periferia
Nós, mulheres da periferia
Site apresenta um jeito de ver o mundo jornalismo mulheres periferia
Entre as convidadas para as palestras, estarão diferentes profissionais da comunicação que tratam do cotidiano de mulheres negras e periféricas, como a jornalista da Globonews e colunista Flávia Oliveira.

O site destaca que segundo o Global Media Monitoring Project divulgado neste ano, projeto que analisa a presença das mulheres na imprensa em todo o mundo, repórteres e apresentadoras são 50% e 46%, respectivamente, das profissionais nas redações no Brasil. Em relação à representação entre os retratados nas notícias, as mulheres são apenas 25%. 

Financiamento

O site Nós, mulheres da periferia, lançou em 7 de abril, Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, uma campanha de financiamento recorrente no Catarse chamado de #ApoieNos. Os apoiadores recebem newsletters semanais e mensais, e integram um grupo no Whatsapp para assinantes com sugestões de pauta.  

Leia também: