Youtube remove vídeos de Bolsonaro por fake news sobre covid-19

Denise Alves | 22/07/2021 11:44
O Youtube removeu hoje 15 vídeos do canal do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por violações das regras das plataformas. Deles, 14 eram lives, realizadas tradicionalmente pelo presidente às quinta-feiras a noite. 

Os vídeos foram removidos por violarem as políticas do Youtube de informações médicas incorretas sobre a covid-19. 
Crédito:Alan Santos/PR
Jair Bolsonaro
Vídeos do presidente Bolsonaro foram removidos do Youtube
"Após análise cuidadosa, removemos vídeos do canal Jair Bolsonaro por violar nossas políticas de informações médicas incorretas sobre a Covid-19. Nossas regras não permitem conteúdo que afirma que hidroxicloroquina e/ou ivermectina são eficazes para tratar ou prevenir Covid-19; garante que há uma cura para a doença; ou assegura que as máscaras não funcionam para evitar a propagação do vírus", afirmou o Youtube. 

As lives que contaram com a participação da ministra Damares Alves e do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello estão entre as excluídas da plataforma. Uma outra, onde o presidente repostou uma entrevista da médica Nise Yamaguchi recomendando o uso da cloroquina contra covid-19 também saiu do ar. 

"Essas diretrizes estão de acordo com a orientação das autoridades de saúde locais e globais e atualizamos nossas políticas conforme as mudanças nessas orientações. Aplicamos nossas políticas de forma consistente em toda a plataforma, independentemente de quem seja o produtor de conteúdo ou de visão política."

Segundo o portal Metrópoles, a ação chama atenção por ter servido de "alerta" ao presidente da República, sinalizando que ele violou as regras de uso da plataforma. Caso isso ocorra novamente, ele poderá perder o acesso ao canal por uma semana. 

O Portal IMPRENSA entrou em contato com a Presidência, e aguarda um posicionamento. 

Leia também: