Agências de publicidade anunciam novo Observatório da Diversidade na Propaganda

Redação Portal IMPRENSa | 28/06/2021 10:37
Dez das maiores agências de publicidade do país anunciaram hoje, data em que é celebrado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, a criação do Observatório da Diversidade na Propaganda. A ideia é aumentar a representatividade e construir metas e programas educativos no mercado nacional. 

AKQA, CuboCC, Dentsu, Gana, Grey Brasil, Mooc, Mutato, New Vegas, Publicis e Soko se uniram com o objetivo de "acompanhar a presença desses profissionais na criação desses conteúdos e espaços de decisão". 
Crédito:FreePic
Orgulho LGBTQIA
Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA é comemorado em 28 de junho
A iniciativa tomou corpo em abril, em oposição ao Projeto de Lei 504, que tramitou na Assembleia Legislativa de São Paulo e foi enviado às comissões após pressão da sociedade. 

"Para o mercado, a PL504 significou uma ameaça à liberdade de expressão mas, para a comunidade LGTBQIAP+, o que está em jogo é o direito de existir", destaca Ariel Nobre, publicitário, ativista LGBTQIAP+ e consultor responsável por conduzir a materialização da iniciativa. 

Além das fundadoras, outras agências também se uniram ao projeto - CB+P Brasil, IPG Mediabrands Brasil e Suno United Creators como patrocinadoras; e AlmapBBDO, África, Artplan, B&Partners, Brunch, MediaMonks + Circus, DPZ&T, FBiz, FCB Brasil, Gut, Ogilvy, SunsetDDB, Wieden+Kennedy, VMLY&R e WMcCann como apoiadoras. A Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap), as consultorias Mais Diversidade e Indique Uma Preta e o jornal Meio&Mensagem também aparecem como apoio institucional.

Nas próximas semanas, as agências fundadoras vão desenvolver um plano de metas para direcionar pilares como empregabilidade, consolidação de lideranças e disseminação da cultura LGBTQIA+ no mercado publicitário.

Em até dois anos, as empresas que aderiram ao Observatório deverão apresentar resultados práticos, a partir de diretrizes definidas pelo órgão. Além disso, elas receberão o selo "Empresa Aliado". 

Para Nobre, a iniciativa é um "marco no mercado publicitário". "Temos a oportunidade de unir, pela primeira vez, as lideranças em torno de uma iniciativa que visa garantir não só nossa existência nas campanhas mas, principalmente, de acelerar nossa inclusão como profissionais que somos". 

Leia também: