EBC confirma novo telejornal de 'boas notícias', mas nega interferência de ministro

Denise Alves | 21/06/2021 12:25
Depois de afirmar ao Estadão que "desconhecia" a criação do "Bom de Ver", telejornal que teria como foco principal noticias positivas, a EBC confirmou que a atração está em fase de desenvolvimento. 

A informação foi inicialmente divulgada pelo Estadão, e na data, negada pela EBC. Segundo a reportagem, a iniciativa teria sido criada para "levar ao ar apenas fatos considerados 'leves' sobre temas como saúde, comportamento e entretenimento", negociada diretamente entre o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e a diretora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Sirlei Batista. 
 
Crédito:Isac Nóbrega/PR
Fabio Faria, ministro das Comunicações
Fabio Faria, ministro das Comunicações, negou que estivesse envolvido na criação do programa da EBC
Em nota enviada ao Portal IMPRENSA, a EBC afirmou que "o 'Bom de Ver' é um projeto ainda em fase inicial, cujo foco é a divulgação de notícias positivas da sociedade em geral. O piloto ainda não foi aprovado pelo Comitê de Programação e Rede (CPR) e não existe previsão para a exibição, já que há um fluxo a ser seguido conforme normas de novos produtos e programas". 

A estatal disse ainda que "tem autonomia em suas ações e esclarece que o ministro das Comunicações, Fábio Faria não tem participação na programação dos veículos da EBC. Oportuno dizer que nenhum membro do Governo Federal solicitou a criação de material e/ou programa."

No Twitter, o ministro Fábio Faria também negou envolvimento no desenvolvimento do telejornal. "Fake News absurda", disse Faria. "Eu não participei de qualquer conversa sobre esse programa e gostaria de lembrar que a EBC tem total autonomia na sua programação!", completou. 

Procurado pela reportagem, o Ministério das Comunicações não se manifestou até a publicação da reportagem. 

Leia também: