Brasileira ganha prêmio internacional de jornalismo por trabalho com fact-checking

Redação Portal IMPRENSA | 26/05/2021 18:06
Baseado nos EUA, o Centro Internacional Para Jornalistas (ICFJ, na sigla em ingl?s) anunciou nesta quarta (26) a jornalista brasileira Nat?lia Leal como uma das vencedoras da edi??o 2021 do Pr?mio Knight Internacional de Jornalismo, um dos mais reconhecidos nas ?reas de checagem de fatos e reportagem investigativa.

Diretora de conte?do da ag?ncia Lupa, Nat?lia foi reconhecida por seu trabalho no combate ? desinforma??o sobre a pandemia. Desde o in?cio da crise sanit?ria, a Lupa j? produziu mais de 700 checagens sobre o tema.
Cr?dito: Reprodu??o Piau?
Natalia Leal, diretora de conte?do da Ag?ncia Lupa

Em comunicado, o ICFJ destacou que Nat?lia e sua equipe “expuseram a desinforma??o espalhada pelo pr?prio governo do presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores”. O ICFJ tamb?m ressaltou a atua??o da jornalista no desenvolvimento da ferramenta No epicentro, que permite a visualiza??o de dados sobre Covid-19 e foi feita pela Lupa em parceria com o Google News Initiative.

“Lutar contra a desinforma??o ?, hoje, meu principal prop?sito como jornalista e o que me move. Acredito profundamente no jornalismo como forma de qualificar o debate p?blico, melhorar a sociedade e proteger a democracia. ? isso que eu quero continuar fazendo e ser reconhecida por essa luta ? um orgulho indescrit?vel”, declarou Nat?lia.

A diretora da Lupa ? a terceira brasileira a ganhar o pr?mio. Os outros dois foram a rep?rter, escritora e documentarista Daniela Arbex, e Marcelo Beraba, um dos fundadores da Associa??o Brasileira de Jornalismo Investigativo. 

Neste ano Nat?lia divide o Pr?mio Knight Internacional de Jornalismo com Pavla Holcov?, jornalista investigativa da Rep?blica Tcheca que conduziu uma investiga??o sobre o assassinato em seu pa?s de um colega de profiss?o.

“Essas mulheres nos mostram como o jornalismo est? cumprindo duas de suas fun??es mais essenciais: fornecer informa??es que salvam vidas em face da desinforma??o maci?a e responsabilizar funcion?rios do governo por meio de reportagens investigativas destemidas”, disse a presidente do ICFJ, Joyce Barnathan. “Nat?lia e Pavla enfrentaram ataques para dizer a verdade e nenhuma recuou."