Agências de verificação de fatos oferecem checagens em formato de criptomoeda

Redação Portal IMPRENSA | 09/04/2021 11:29

Agências de verificação de dados de quatro continentes anunciaram na semana passada, no Dia Internacional de Verificação de Fatos, a oferta de checagens no formato de criptomoedas do tipo NFT (tokens não fungíveis).

Crédito:Divulgação

Em associação com a Agência Lupa (Brasil), Lead Stories (Estados Unidos), Newtral.es (Espanha) e Taiwan FactCheck Center (Taiwan), a FACTS-NFT negociou mais de 20 verificações cuidadosamente selecionadas entre a coleção de trabalhos realizados pelas quatro. Os temas são diversos, como política, saúde, meio ambiente e figuras públicas.


Com a iniciativa, o FACTS-NFT e os verificadores pretendem atingir um novo público e lançar um novo modelo de financiamento e ação conjunta no combate à desinformação.


Nos últimos meses, e principalmente durante a pandemia de covid-19, o trabalho dos verificadores se mostrou imprescindível, como um serviço capaz de apoiar os cidadãos em decisões importantes e até salvar vidas.


Ao dar esse passo no campo das criptomoedas, o FACTS-NFT e os verificadores procuram envolver pessoas que valorizam os fatos e querem apoiar a continuidade do trabalho de verificação.


O FACTS-NFT não é só uma opção de financiamento para apoiar a verificação de fatos, mas também um tipo de ativo que pode ser visto como parte de uma coleção ou como um ativo financeiro, o que torna a iniciativa mais atraente economicamente para o público.


Custo


Cada checagem deste primeiro mês da FACTS-NFT será negociada por 0,05 ETH (cerca de 80 euros). Para adquirir, basta seguir as instruções disponíveis no site do FACTS-NFT ou entrar em contato com as organizações de verificação envolvidas na iniciativa.


Assim que a verificação for adquirida, o comprador receberá o arquivo solicitado, bem como material exclusivo sobre sua produção (o processo de pesquisa, informações extras, comentários etc). O verificador, por sua vez, ganhará 86% do valor da negociação (14% é utilizado nas taxas). A cada negociação, o verificador de fatos poderá embolsar até 10% da nova oferta.


O mercado criado pelo FACTS-NFT é uma maneira nova e estimulante de apoiar financeiramente o trabalho dos verificadores de fatos. O comprador se tornará colecionador de verificações históricas.


Quem participa não influenciará o processo editorial ou as políticas das organizações envolvidas.


Sobre NFTs


NFTs são tokens criptográficos que podem ser relacionados a uma ilustração, uma pintura, uma música, e agora uma checagem.


Artistas, músicos e marcas já comercializam seus trabalhos por NFTs. No domingo passado, por exemplo, o The New York Times vendeu seu primeiro texto NFT por $ 536.000. Meses antes, um investidor de Cingapura comprou uma montagem fotográfica digital do artista Beeple por US $ 69,3 milhões. A NBA atualmente comercializa vídeos das melhores cestas de seus jogadores em criptomoedas.


Para o FACTS-NFT, esse sistema pode garantir uma fonte de receita importante para a estabilidade dos verificadores de fatos em todo o mundo e pode ter efeitos positivos no combate à desinformação.


Leia também:


Pesquisa confirma que checagem de fatos desestimula compartilhamento de fake news


Notícias falsas ajudaram a matar milhares, diz Faculdade de Saúde Pública da USP