Pausa forçada por pandemia inspira documentário

Leandro Haberli | 19/02/2021 19:19
Dois anos após lançar o livro “45 do segundo tempo”, o jornalista e escritor Patrick Santos lança seu primeiro filme “Pausa: O intervalo do mundo”, uma produção da Drover Filmes e Panflix. 
Crédito:Reprodução


A ideia de fazer o filme surgiu durante a pandemia, que trouxe o desafio de darmos uma pausa na correria do dia a dia, de nos recolhermos e nos isolarmos. 

O filme traz trechos de suas entrevistas no podcast “45 Do Primeiro Tempo”, na rádio Jovem Pan, com personalidades de diversas áreas sobre os aprendizados que tiraram da pandemia. 

“No auge da pandemia, comecei a ouvir várias pessoas refletindo sobre o que estava acontecendo. No meu podcast, passei a ouvir pessoas sobre esse momento e aí veio a ideia de fazer o documentário, mesclando minha história, que foi a minha parada, dois anos antes, com a parada do mundo.”
Crédito: Reprodção


Narrado pelo jornalista, que trabalhou por 24 anos na rádio Jovem Pan, o filme traz depoimentos do rabino Nilton Bonder; da filósofa e professora de Nova Acrópole Lucia Helena Galvão; do velajador Amyr Klink; da monja Coen, entre outros. 

A reflexão proposta por “Pausa” está relacionada à trajetória de Patrick, que, em 2018, decidiu dar uma pausa na sua carreira para repensar forma de viver. Nesse sabático, nasceu o livro “45 do Primeiro Tempo”, pela editora Literare Books.

“Se o mundo corporativo hoje tem um desafio, ele tem a ver com gestão de pessoas: nós todos e cada um de nós precisamos de tempo, tempo de escuta, tempo de reflexão e tempo para viver nossa essência, dentro e fora do trabalho”, diz Patrick. 

Leia também: