Imprensa britânica será remunerada pelo Facebook por uso de conteúdo

Redação Portal IMPRENSA | 02/12/2020 19:45
O jornal The Guardian informou nesta terça (1) que a partir de janeiro o Facebook vai remunerar veículos de jornalismo no Reino Unido pela publicação de suas reportagens na aba de notícias "News Tab".

Sem citar números, Sarah Brown, chefe de parcerias de notícias do Facebook no norte da Europa, disse ao The Guardian  que o investimento é "extremamente grande" e será feito "ao longo de vários anos”.

O anúncio ocorre em meio a crescentes discussões em torno de projetos de lei e decisões judiciais que obriguem gigantes digitais a remunerar veículos de notícias pelo uso de seu conteúdo.
Crédito:Reprodução
Veículos britânicos presentes no News Tab, espécie de stories de notícias do Facebook, serão remunerados

Definida como uma espécie de 'stories de notícia' do Facebook, a aba "news Tab" por enquanto só está disponível nos Estados Unidos. Mas o Facebook anunciou recentemente a intenção de expandir a ferramenta para outros países, incluindo o Brasil.

Segundo o Guardian, vários veículos do Reino Unido já entraram em acordo com o Facebook para licença de uso de suas notícias na "News Tab", incluindo Daily Mirror, Daily Express, The Economist, além do próprio Guardian. 

Veículos britânicos especializados em jornalismo local, como Manchester Evening News e o Liverpool Echo, também teriam feito acordo com a rede social.

França
Após longa batalha travada na justiça francesa, o Google revelou em novembro que assinou acordos de pagamento por direitos autorais e uso de conteúdo com seis veículos de imprensa do país, dentre eles os jornais Le Monde e Le Figaro.

O Google também informou que está mantendo conversas com outras publicações francesas, incluindo jornais e revistas, a fim de chegar a um acordo de remuneração até o final do ano com a entidade que representa os veículos impressos do país.

Uma decisão da justiça francesa de outubro determinou que a gigante digital abrisse negociações com empresas de mídia do país sobre pagamento pelo uso de conteúdo.