Agressões à imprensa marcam eleições no Centro-Oeste

Redação Portal IMPRENSA | 15/10/2020 18:02

Uma entrevista do candidato a prefeito de Anápolis (GO) pelo PSL, Valeriano Abreu, acabou em agressão a um produtor da rádio 96 FM nesta quarta (14).

Crédito:Reprodução
Valeriano Abreu participou de um programa na rádio 96 FM


Representando a emissora, o jornalista Rogério Fernandes perguntou sobre uma ação contra Abreu movida por um condomínio do qual ele foi síndico. 

De acordo com a ação, os moradores, quando assumiram a gestão do condomínio após a administração do candidato, notaram três saldos financeiros diferentes nas planilhas apresentadas. 

Fernandes questionou o candidato sobre o episódio. Abreu disse que tudo era mentira e que iria processar a rádio e o jornalista. Também insinuou que, se eleito, faria mudanças na verba publicitária do município, de modo a prejudicar financeiramente a rádio. 

Após a entrevista, quando acompanhava o candidato, sua esposa e dois assessores até a saída do estúdio, o produtor da 96 FM Weber Witt foi golpeado com uma cotovelada desferida por Abreu, conforme imagens de circuito interno.

Ao Diário de Goiás, o candidato afirmou que a agressão foi uma resposta à forma como o produtor tratou sua esposa. “O rapaz segura uma mulher que está dentro do estúdio, que é minha esposa. Ele agarra minha esposa, tentando retirá-la do estúdio, segurando os braços. Minha esposa, meu amigo. É claro que gera uma animosidade. Depois, pra completar, ele me empurra na saída.”


Colisão proposital
Esse não foi o único caso de agressão a profissional de imprensa registrado nas eleições municipais do Centro-Oeste. Na cidade de Sapezal, localizada a cerca de 500 km de Cuiabá (MT), o jornalista Claudio Natal foi encaminhado para a delegacia após ter seu carro atingido propositalmente pelo prefeito da cidade, Valcir Casagrande, nesta quinta (15).  

A confusão teria ocorrido pois o jornal distribuído continha informações que desagradaram o prefeito.

Durante a entrega dos jornais, o prefeito, acompanhado de assessores, abordou de forma agressiva o jornalista, que tentou deixar o local em seu carro. Nesse momento o prefeito teria colidido propositalmente sua caminhonete contra a lateral do veículo do jornalista. O caso está sendo investigado pela polícia.

Leia também: