Fotógrafos brasileiros são selecionados para exposição sobre impacto da covid-19 na AL

Redação Portal IMPRENSA | 06/10/2020 17:03
Cinco brasileiros, a maioria atuando no fotojornalismo, estão entre os 25 fotógrafos selecionados para integrar a mostra do prêmio "Documentando o impacto da covid-19: isolamento coletivo na América Latina".  

A premiação é organizada nos EUA, pelo Centro Harvard David Rockefeller para Estudos Latino-Americanos, e visa documentar a pandemia na América Latina e Caribe, promovendo uma perspectiva regional do impacto da crise sanitária e do isolamento social. 
Crédito: Gui Christ
Trabalho do fotógrafo Gui Christ, feito em São Paulo, dividiu o terceiro lugar com fotos de Yan Boechat

Dos 25 fotógrafos selecionados, quatro foram premiados, incluindo o brasileiro Yan Boechat, que ficou com o terceiro lugar, por suas fotos feitas em Manaus (AM), quando a cidade registrou o ápice do número de mortos e contaminados.

Boechat dividiu o terceiro lugar com o fotógrafo Gui Christ, que retratou o impacto da pandemia na periferia de São Paulo. 
Crédito: Werther Santana
Trabalho de Werther Santanta, do Estadão, também foi selecionado para a mostra
O primeiro lugar ficou com o peruano Rodrigo Abd, pelos registros feitos em Lima, e o segundo lugar com o mexicano Miguel Tovar, que fotografou as consequências da covid-19 na Cidade do México.  

A exposição digital com todos os trabalhos está online desde o dia primeiro de outubro. 

Os demais brasileiros selecionados foram o fotógrafo Werther Santana, do jornal O Estado de São Paulo, o fotógrafo freelancer Apolo Sales e a publicitária Emi Takahashi.