Jornalista do El País é agredido e roubado em protesto na Venezuela

Redação Portal IMPRENSA | 07/01/2020 15:18
Correspondente do El País na Colômbia, Venezuela e região dos Andes, Francesco Manetto  foi cercado e agredido enquanto fazia sua cobertura sobre as eleições para a Assembleia Nacional da Venezuela hoje pela manhã. 

Crédito:El País
O jornalista estava a poucos metros de distância de um grupo de repórteres e deputados ligados a Juan Guaidó, cujo acesso ao prédio do Parlamento havia sido bloqueado. 

Manetto gravava imagens com o celular quando foi cercado por uma pessoa. Em seguida, uma multidão o agrediu.  Ele teve a carteira e o celular roubados.

Alguns dos jornalistas que estavam próximos tentaram impedir a agressão, dizendo que se tratava de um repórter estrangeiro.

Segundo reportagem do El País, membros da Guarda Nacional que presenciaram o ocorrido não tentaram ajudar. 

A Embaixada da Espanha na Venezuela atendeu o jornalista e o governo de Nicolás Maduro ofereceu colaboração.