Jornalista do Guarujá (SP) é ameaçado após reportagem sobre fraude em licitação

Redação Portal IMPRENSA | 23/12/2019 16:32
Uma reportagem divulgada semana passada pela emissora ISTV, sediada no Guarujá (SP), sobre possível fraude em licitações de transporte público feitas na cidade resultou em ameaça de morte ao jornalista Carlos Ratton, repórter do Diário do Litoral e colaborador da ISTV.

A ameaça foi feita a Cláudio Fernando de Aguiar, diretor da ISTV, em uma ligação anônima. Na entrevista que a motivou, o prefeito de Guarujá, Válter Suman (PSB), e a empresa City são acusados de fraudar licitação de transporte na cidade. 
Crédito:Reprodução ISTV
Reportagem sobre possível fraude em licitação de transporte público no Guarujá (SP) motivou ameaça a Carlos Ratton
Na quinta, 19, o jornalista prestou depoimento ao Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado de São Paulo (Gaeco).

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) estão acompanhando o caso.

O SJSP encaminhou ofício a autoridades solicitando medidas de proteção ao jornalista e sua família, além de agilidade nas investigações. O Sindicato enviou ainda um pedido de audiência com urgência para o secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos, e aguarda a resposta.

Leia Também 
FIJ lança campanha para acabar com a impunidade por crimes contra jornalistas