Facebook vai selecionar usuários para ajudar na identificação de fake news

Redação Portal IMPRENSA | 19/12/2019 14:11
Além de checadores profissionais, o Facebook vai lançar mão de seus próprios usuários para combater fake news. Em um projeto-piloto por enquanto restrito aos EUA, a empresa vai contratar usuários da plataforma para que atuem como checadores em período parcial, ajudando na identificação de notícias falsas.

Crédito:Shutterstock / Divulgação
Para selecionar quem fará parte do time de usuários/checadores, o Facebook fez uma parceria com a YouGov, empresa de dados sobre opinião pública.

A utilização de usuários não substituirá checagem profissional. Na verdade a ideia é que usuários filtrem fake news no Facebook antes que elas cheguem às empresas especializadas nesse trabalho. Com isso, espera-se mais eficiência no processo.

O primeiro passo na identificação de notícias falsas será feito por machine learning. Depois disso os checadores/usuários vão poder dar seus pareceres sobre a notícia, que só então seguirá para os checadores profissionais.

Em nota Henry Silverman, gerente de produtos do Facebook, disse que checadores profissionais terão acesso à avaliação dos checadores/usuários em suas análises.

Leia também:
Instagram vai rotular publicações consideradas fake news
Facebook concorda em pagar multa por escândalo da Cambridge Analytica