Jornalista italiano sobrevive a atentado com 10 tiros

Redação Portal IMPRENSA | 19/11/2019 18:58
O editor do site de notícias Campania Notizie, Mario De Michele, sobreviveu a um atentado enquanto dirigia perto da cidade de Aversa, no sul da Itália. Homens não identificados dispararam cerca de 10 tiros em seu carro, mas nenhum atingiu o jornalista. 

Crédito:AP / Paolo Santalucia
O ataque ocorreu apenas dois dias depois que dois agressores mascarados, em uma moto, obrigaram De Michele a parar seu carro perto de Sant’Arpino, uma cidade ao sul de Aversa, o tiraram do veículo e gritaram para que ele parasse de relatar os assuntos locais.

“As autoridades italianas devem encontrar as pessoas que realizaram o ataque ao jornalista Mario De Michele, bem como as pessoas que as ordenaram, e responsabilizar todas elas”, disse Gulnoza Said, coordenador do programa Europa e Ásia Central do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). “Aqueles que pensam que podem evitar uma cobertura negativa atacando jornalistas devem ter grandes conseqüências”, disse. 

O CPJ enviou perguntas ao departamento de imprensa nacional da polícia italiana, mas não obteve resposta.

Segundo o CPJ, as autoridades italianas mantêm proteção policial para mais de 20 jornalistas devido a ameaças e fornecem alguma forma de proteção a pelo menos 165 jornalistas. 

Leia também: 
Entidades pedem rápida investigação de assassinato de radialista filipino que criticava jogos de azar
FIJ lança campanha para acabar com a impunidade por crimes contra jornalistas