"Veja" comemora vendas, mas tiragem deixa a marca de 1 milhão de exemplares

Redação Portal IMPRENSA | 13/04/2016 15:45
Atualizada em 14/4, às 12h30

Na última semana, o Grupo Abril comemorou o crescimento de 50% das vendas da revista Veja no mês de março em relação às edições de janeiro e fevereiro. 

A revista ainda comemorou os bons resultados na fanpage no Facebook, que contou com aumento de 85% no número de novos fãs — mais 120 mil pessoas).

Crédito:Reprodução
Revista baixou tiragem, apesar do sucesso de vendas

No entanto, IMPRENSA apurou que, apesar dos bons números, pela primeira vez, em décadas, o veículo saiu às ruas com tiragem inferior a 1 milhão de exemplares.

Segundo dados do veículo, a tiragem atingia 1.005.799 exemplares. Porém, desde a edição de 7 de abril de 2016, a circulação caiu para 960 mil.

Impresso e digital

Em nota enviada à IMPRENSA, o Grupo Abril rebateu a informação, alegando que a tiragem não deixou a marca de um milhão. A assessoria da empresa informa que o Instituto Verificador de Comunicação (IVC) soma aos exemplares impressos a quantidade de revistas da edição digital. 

"A tiragem de Veja não deixou a marca de 1 milhão de exemplares. A circulação de Veja se mantém acima do milhão quando é considerada a soma dos impressos com o digital. Os dados também são auditados e estão disponíveis no IVC. O IVC de janeiro, por exemplo, indica a circulação total de 1.118.000 mil exemplares".