Jornalista da Globo entrevista falsa testemunha da morte de Eduardo Campos

Redação Portal IMPRENSA | 14/08/2014 13:30
Um homem aproveitou o cenário de tragédia para se promover durante a cobertura da morte do presidenciável e ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, vítima de acidente aéreo no litoral paulista na última terça-feira (13/8). Se passando por testemunha, ele concedeu entrevista ao jornalista José Roberto Burnier visivelmente emocionado e disse ter auxiliado no resgate dos feridos. “Cheguei a abrir o olho dele”, contou para surpresa do repórter do “Jornal Hoje”, da Rede Globo. 

Crédito:Reprodução/Memória Globo
Falsa testemunha enganou jornalista da Rede Globo

Segundo o blog Sala de TV, do portal Terra, o jornalista contestou o homem para certificar a informação, só que o entrevistado aparentava estar convicto do que dizia e mais uma vez retificou que reconheceu o presidenciável entre os mortos.

A suposta testemunha ainda afirmou ser eleitor do candidato. Entretanto, pouco tempo depois as informações oficiais sobre o caso começaram a ser divulgadas, sendo que uma delas certificou que nenhuma vítima poderia ser reconhecida visualmente.

Por conta do impacto e da explosão da aeronave, os corpos ficaram dilacerados e carbonizados. Apenas exames de arcada dentária e DNA poderão determinar as identidades.

À noite, Burnier fez matéria para o “Jornal Nacional” diretamente de Santos com testemunhos de quem dissera presenciar a tragédia. O homem que disse reconhecer Campos, porém, não foi mostrado.

Assista ao vídeo:




Leia também