Alagamentos prejudicam distribuição de jornais em SP

Por Paula Franco/Redação Portal IMPRENSA | 11/01/2011 11:24
Os alagamentos registrados em vários pontos da cidade de São Paulo (SP) atrapalharam a entrega de jornais nesta terça (11) aos assinantes da capital paulista. A Folha de S.Paulo, por exemplo, informou que os caminhões de distribuição não conseguiram chegar aos seus destinos no horário previsto, e que motoqueiros permanecem nas ruas entregando as edições.

A estimativa da publicação é de que ocorra atraso nas entregas de duas horas, em média. A distribuição da Folha ainda está em andamento na capital, porém nas cidades do interior paulista não houve casos de problemas, segundo o portal Folha.com.

O analista de logística do setor de distribuição do jornal O Globo, Eduardo de Melo, informou ao Portal IMPRENSA que o caminhão que realiza a entrega em São Paulo ficou horas parado na Marginal Tietê, devido à enchente.

O analista disse que os entregadores chegaram ao depósito da publicação às 7h30 desta terça, e que a previsão para que se conclua a distribuição dos jornais é até 11h30. Outra publicação, O Estado de S. Paulo, também teve a entrega prejudicada devido aos alagamentos na capital paulista.

Segundo informações do Estadão.com, três córregos transbordaram devido a forte chuva da noite de segunda-feira (10) - o Cabuçu, na Zona Norte, o Jaguaré, na Zona Leste, e o Morro do S, na Zona Sul. Diversas vias alagaram, incluindo trechos das marginais Tietê e Pinheiros. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) mantém em estado de alerta as regiões da Lapa, Penha, Butantã, Freguesia do Ó, M´Boi Mirim e Casa Verde, e outras áreas de São Paulo estão em estado de atenção.
                 
    Compartilhar     Orkut 
 
Leia mais

- Paralisação na Argentina atinge circulação de Clarín e La Nación
- Jornal francês Le Monde não vai às bancas em razão de greve no país
- Fotos com menor candidata em concurso do "Fantástico" tira revista de circulação no MA