Polícia apreende carro de afiliada da Globo no MT por suspeita de tráfico de drogas

Redação Portal IMPRENSA | 13/10/2015 13:30

Na última segunda-feira (12/10), o jornalista Alex Barbosa e mais três funcionários da TV Centro América, afiliada da Rede Globo no Mato Grosso, foram detidos na fronteira entre Cáceres e a Bolívia. Eles foram acusados de levar um carregamento de cocaína.


Crédito:Divulgação
Reportagem queria provar falha no policiamento da fronteira


Segundo o site Midia News, a equipe da TVCA teria sido detida por transportar no carro da reportagem uma grande quantidade de pó branco, substância semelhante à cocaína. Os policiais militares do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) mantiveram o jornalista e o restante dos integrantes da emissora na delegacia de Cáceres, até que apurassem a situação. 


Depois de um teste verificar que o material não continha drogas, os funcionários da TVCA foram liberados. A substância levada por eles tratava-se de pó de gesso.


A reportagem queria simular a fragilidade e vulnerabilidade da fronteira entre a Bolívia e o Brasil, e pretendia passar com o pó de gesso pela região como se fosse a droga. Porém, ao contrário do que imaginava, os jornalistas foram abordados e investigados pelo Gefron.


Leia também

- Roberto Saviano aponta Itália e Colômbia como aliadas no tráfico de cocaína

- "Não provei cocaína", brinca papa com jornalistas sobre ritmo acelerado de viagens

- Emissora chilena acusa polícia boliviana de "assédio" a profissionais