"El País" é obrigado a se retratar por reportagem sobre Igreja Universal

Redação Portal IMPRENSA | 08/12/2014 16:30
A Justiça da Espanha condenou o jornal El País a publicar uma retratação por uma reportagem veiculada em agosto. O texto, que destaca a inauguração do Templo de Salomão da Igreja Universal do Reino de Deus em São Paulo (SP), diz que os fiéis são "obrigados" a pagar 10% de seus salários como dízimo para a instituição.

Crédito:Reprodução
Jornal foi condenado e divulgar direito de resposta da Igreja Universal

Segundo o site GNotícias, a decisão judicial obrigou o jornal a publicar uma nota escrita pela própria Universal no fim da matéria. A instituição diz que "não é verdade que os fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus têm a obrigação de pagar a esta igreja um décimo de seu salário. Todas as doações dadas a esta fiéis da igreja são voluntários".

Em 2009, o mesmo El País já havia sido obrigado a se retratar à Igreja Universal, após publicar um texto que dizia que a instituição praticava "mal uso de fundos arrecadados", "lavagem de dinheiro do narcotráfico na América", "mercantilismo" e "perversão do Evangelho".

Leia também