Moro volta atrás e decide não investigar blogueiro que antecipou notícia sobre Lula

Redação Portal IMPRENSA | 24/03/2017 11:00
O juiz da 13ª Vara Federal do Paraná, Sérgio Moro, decidiu em despacho divulgado na última quinta-feira (23) não investigar mais o blogueiro Eduardo Guimarães, que edita o Blog da Cidadania. Guimarães havia sido conduzido coercitivamente a depor na última terça-feira a mando de Moro por ter divulgado informações sobre a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em março do ano passado. A ação da PF também apreendeu documentos, aparelhos e arquivos eletrônicos do blogueiro.
Crédito:Agência Brasil
"Nesse contexto e considerando o valor da imprensa livre em uma democracia e não sendo a intenção deste julgador ou das demais autoridades envolvidas na investigação colocar em risco essa liberdade e o sigilo de fonte, é o caso de rever o posicionamento anterior e melhor delimitar o objeto do processo", disse Moro em despacho segundo o portal Terra.

Entidades de jornalistas repudiaram a ação da PF que teve como alvo o blogueiro. A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) afirmaram que a condução coercitiva ataca a "liberdade de imprensa" e representa um "terrível precedente que coloca em risco um dos mais importantes princípios do jornalismo – garantir o direito da população à informação".