"Glamour" é criticada ao sugerir que sobrepeso é "falta de vergonha na cara"

Redação Portal IMPRENSA | 29/09/2015 16:30
A revista Glamour se envolveu numa polêmica ao postar na última segunda-feira (28/9), em seu perfil no Facebook, uma imagem na qual sugeria que pessoas com sobrepeso não teriam "vergonha na cara". 

Crédito:Reprodução
Revista apagou o post e pediu desculpas após polêmica com sobrepeso

Segundo o BuzzFeed, o post irritou centenas de internautas que questionaram a posição editorial da revista em relação à moda Plus Size. Em vídeo, a blogueira do "Grandes Mulheres", Paula Bastos, comentou sobre uma possível "hipocrisia" por parte do veículo. "Que engraçado vocês falarem isso, porque vocês inclusive já me entrevistaram várias vezes, a mim e a outras blogueiras gordas, para falar sobre moda, para dar dicas de como as meninas gordas tinham que se vestir, para falar sobre quebra de preconceito, de autoestima. E aí vocês vão e me dão uma dessa?". 

Nesta terça (29/9), também via Facebook, a Glamour se desculpou pela "publicação infeliz". "Ontem, postamos um meme superinfeliz aqui no FB e estamos aqui para pedir desculpas. Antes, deixa só a gente explicar nossa intenção. Ao publicá-lo pensamos apenas no espírito da segunda-feira: aquele em que dizemos para as nossas amigas que não fomos pra academia ou 'jacamos' no fim de semana, sabe? Não era nossa intenção ofender, mesmo. Deletamos o post em respeito a vocês, que, com toda razão, se sentiram ofendidas". 

Ao BuzzFeed, a diretora da Glamour, Mônica Salgado, reiterou a posição da publicação em relação aos leitores. "Realmente (admitimos e estamos envergonhadas), o post em questão, fora do contexto de uma história que estamos construindo há quase quatro anos, foi bastante infeliz. A intenção, no entanto, nunca foi fazer piada ou juízo de valor em cima do sobrepeso das pessoas. Preconceito não tem graça nenhuma! O 'vergonha na cara', pra gente, refletia essa naturalidade de raciocínio que empregamos no dia a dia, com pessoas com quem temos intimidade", concluiu. 


Leia também
Faustão critica uso indevido de sua imagem em propaganda de marca de remédio
"NYT" é impedido de circular na Tailândia por artigo sobre a monarquia do país
Trump rebate jornalista do Fox News no Twitter após se sentir "provocado"