Após virar "alvo" de manifestantes em SP, Cristiana Lôbo desabafa no Twitter

Redação Portal IMPRENSA | 17/08/2015 10:30
A jornalista Cristiana Lôbo, que cobre os bastidores da política em Brasília (DF) pela Globo e GloboNews, virou "alvo" de manifestantes durante o protesto que reuniu milhares de pessoas na avenida Paulista, em São Paulo (SP).

Crédito:Reprodução
Jornalista não gostou de ser chamada de "vendida" pelos internautas e manifestantes

De acordo com o portal UOL, alguns deles gritaram palavras como "Cristiana vendida" ou "Cristiana, para de defender Dilma", referindo-se ao suposto apoio da jornalista ao governo de Dilma Rousseff (PT).

Mais tarde, Cristiana comentou a atitude em sua conta no Twitter. "Até aqui, muitas queixas de pessoas do lado dos manifestantes; agora aos apoiadores do governo também reclamam", escreveu.

Além dela, outra equipe da Globo foi hostilizada durante o protesto realizado no Rio de Janeiro (RJ). O repórter Paulo Renato Soares conversava com manifestantes favoráveis a um golpe militar no país, quando organizadores do grupo conhecido como "Revoltados Online" perceberam e começaram a chamar a multidão ao redor contra a equipe.

Leia também