"Nova Escola" debate o gênero na educação básica e coloca menino de vestido na capa

Redação Portal IMPRENSA | 12/02/2015 12:00
A edição de fevereiro da revista Nova Escola, da editora Abril, chamou a atenção dos leitores ao trazer na capa um menino vestido com roupas femininas para levantar um debate sobre gênero na educação básica.

Crédito:Reprodução
Revista ousa com discussão sobre gênero na educação básica

Com a chamada "Vamos falar sobre ele?", a publicação destaca que a escola trata com preconceito quem desafia as normas de papéis masculinos e femininos. A matéria conta a história de um menino inglês, de cinco anos, impedido de ir às aulas por gostar de usar vestidos até que se comportasse "de acordo com seu gênero". 

Além da reportagem, que está disponível na edição online da Nova Escola, a publicação traz ainda o "Kit gay", vetado pelo governo federal em 2011. O material foi repassado pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, travestis e Transexuais, envolvida na elaboração do projeto.

"Você deve estar se perguntando onde a escola entra nessa discussão. Para que ela respeite a diversidade, as formações de professores precisam abordar o assunto. É o melhor caminho para disseminar o que as pesquisas já descobriram sobre a construção dos gêneros e sua relação com o sexo e a sexualidade", diz um trecho da reportagem. 

Leia também