Ibope e "Estadão" lançam ferramenta para leitor acompanhar corrida eleitoral

Redação Portal IMPRENSA | 08/08/2014 11:00
O Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) lançou, em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo, uma ferramenta para os leitores acompanharem a corrida presidencial e sua movimentação na mídia. 

Crédito:Agência Brasil
Ferramenta ajuda a monitorar como os candidatos são citados na imprensa

De acordo com o Meio&Mensagem, o monitoramento já passou a ser disponibilizado nesta semana aos assinantes do Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado e divulgou a análise feita em cima de 100% da base de dados gerados no Twitter.

O serviço inclui monitoramento dos candidatos Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB), Eduardo Campos (PSB) e Pastor Everaldo (PSC). São avaliados o número de seguidores e posts dos presidenciáveis, classificação de tuítes em positivos e negativos, criação de nuvem de palavras associadas às candidaturas, além de indicadores e métricas para comparar os períodos de análise de temas.

A ferramenta possibilita ao Ibope montar índices de engajamento, de sentimento — por meio de número de posts — e de simpatia — relacionado à quantidade de pessoas tuitando sobre os candidatos preferidos.

O sistema é atualizado de cinco em cinco minutos, contabilizando  as últimas três horas. “A ideia de ter esse monitoramento começou com as manifestações do ano passado”, explica Marcia Cavallari, CEO do Ibope Inteligência.

O instituto apontou ainda que os brasileiros estão mais atentos às informações sobre política na internet. Em julho deste ano, uma pesquisa mostrou que 20% dos eleitores levam em consideração a web para decidir o voto.

A ferramenta, que começa no Twitter, ganhará espaço no Facebook, Instagram e YouTube. Para campanhas a governador, senador, deputado federal e estadual, o Ibope comercializará o serviço, que poderá ser assinado por comitês, partidos e outros interessados.

Leia também