Tatiana Vasconcellos afirma que preconceito com mulheres caminha para a extinção

Gabriela Ferigato | 12/03/2014 16:10

Durante a 10ª edição do “Troféu Mulher IMPRENSA”, realizada na última terça-feira (11/3), no espaço Rosa Rosarum, em São Paulo, a vencedora na categoria “Âncora de Rádio”, Tatiana Vasconcellos, da BandNews FM, afirmou que o preconceito contra mulheres na profissão caminha para a extinção.

Crédito:Alf Ribeiro
Tatiana Vasconcellos venceu na categoria “Ãncora de Rádio”
Ao receber seu troféu, Tatiana lembrou um discurso feito pela jornalista Miriam Leitão em outra edição do prêmio, que ressaltava a discriminação no jornalismo. “Foram essas mulheres que lutaram tanto e, que assim, aprendemos a não nos deixarmos diminuir”, disse.

A jornalista também citou um caso que mostrou como seu trabalho é relevante para as pessoas. Um pouco antes de um plantão de Natal ela recebeu uma caixa com alguns cupcakes, acompanhada de um e-mail de uma ouvinte que dizia:

“Sou formada em administração e marketing e trabalhava em uma empresa de tecnologia, mas estava frustrada com a minha vida profissional, pois meu sonho era ter feito gastronomia. Resolvi jogar tudo para o alto e ir atrás do que eu quero. Aí que você, Tatiana, entra nessa historia. Só uma pessoa que gosta muito do que faz consegue acordar de madrugada, ser gentil com os ouvintes e dar notícias de forma clara. Você me inspira”.

“Essa ouvinte, Mariana, me mostrou algo que eu nunca pensei que pudesse despertar em alguém, só por fazer o meu trabalho. Que a gente siga em frente, fazendo nosso trabalho com amor e com garra”, finalizou.

Sobre o "Troféu Mulher IMPRENSA"

Idealizado e realizado por IMPRENSA Editorial (que edita a revista e o portal IMPRENSA), o "Troféu Mulher IMPRENSA" está em sua décima edição consecutiva e é o único prêmio no Brasil a reconhecer exclusivamente o trabalho da mulher nas redações brasileiras. Neste ano, premiando 15 categorias, mais duas especiais, o troféu ultrapassou a marca de 81,5 mil votos.