Ministra Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação Social, deixa a pasta

Redação Portal IMPRENSA | 30/01/2014 18:40
A ministra Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação Social (Secom), não comandará mais a pasta a partir de agora. A informação é da coluna "Painel", do jornal Folha de S. Paulo. Em seu lugar, a presidente Dilma Rousseff nomeou o porta-voz do governo, Thomaz Traumann.

Com a mudança, segundo a publicação, a presidente pretende fortalecer a comunicação do Planalto em ano eleitoral. A partir de agora, a Secom terá interlocução direta com o ex-ministro Franklin Martins e com o marqueteiro João Santana, que coordenarão a comunicação da campanha de Dilma à reeleição. 

Crédito:Divulgação/ Secom
Helena Chagas deixou o cargo de ministra da Secom
Outros possíveis fatores para a saída da ministra, segundo informou o Blog do Camarote, no G1, seriam as constantes pressões sofridas para que a ministra liberasse mais verbas de publicidade do governo federal, uma das atribuições da pasta. Outra queixa do PT está ligada à postura da ministra com a imprensa; “alguns petistas desejam um enfrentamento maior em relação às notícias negativas envolvendo o governo”, disse o blog.

Antes de comandar a comunicação social do governo, Helena Chagas passou por algumas das principais redações do País, como o jornal O Globo e Diário de S. Paulo. Na TV, foi diretora de jornalismo da sucursal de Brasília do SBT, além de coordenadora da TV Brasil, da Agência Brasil e do sistema de rádios da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC). Em abril de 2010, ocupou a coordenação de imprensa da campanha da então candidata Dilma Roussef, para em dezembro, finalmente, ser escolhida como ministra-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.