Com inteligência artificial, robô gera textos jornalísticos sobre desmatamento na Amazônia

Redação Portal IMPRENSA | 05/08/2020 15:20
Reportagem de Luiza França, publicada nesta terça (4), na área de notícias do site da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), revelou que um robô jornalista (@DaMataReporter) vem fazendo alertas no Twitter para o volume de áreas desmatadas na Amazônia Legal. 


O robô foi criado pela UFMG em parceria com a Universidade de São Paulo (USP). A partir de dados da plataforma de monitoramento ambiental TerraBrasilis, desenvolvida pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o robô crias tuítes automáticos com notícias sobre o desmatamento e a degradação da Amazônia Legal e do Cerrado.

Crédito:Reprodução TerraBrasilis
Robô analisa imagens de plataforma do Inpe para gerar textos jornalísticos sobre desmatamento na Amazônia
Idealizado no Laboratório Experimental de Tradução (Letra) do Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos da Faculdade de Letras da UFMG, em colaboração com o Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica da Escola Politécnica da USP, o robô usa algoritmos e inteligência artificial para gerar textos a partir de dados do TerraBrasilis.

Além do Da Mata Repórter, a parceria UFMG-USP resultou na criação, em abril último, do Corona Repórter, robô jornalista que capta informações sobre a pandemia no Brasil e as transforma em textos jornalísticos.