Live do TSE sobre fake news destaca riscos de PL sobre o tema que tramita no Senado

Redação Portal IMPRENSA | 29/06/2020 16:08
O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) realiza live nesta segunda (29), às 18h30, sobre desinformação e o impacto das notícias falsas nos processos democrático e eleitoral.

Denominada "Desinformação: o desafio das fake news", a live terá participação da jornalista especializada em checagem de fatos Cristina Tardáguila. 

Criadora da Agência Lupa e diretora da Rede Internacional de Checadores de Fatos (IFCN, na sigla em inglês), Tardáguila é uma das principais vozes críticas ao projeto de lei das fake news que tramita no Senado.
Crédito:Reprodução Olhar Digital

Para a jornalista, em vez de leis e punições estatais que podem abrir espaço para situações autoritárias e eventual abuso de poder, as notícias falsas devem ser combatidas em duas frentes. 

A médio e longo prazo, ela defende, é preciso levar educação midiática às escolas de todo o país. Para lidar com o problema a curto prazo, Tardáguila advoga que o tema ganhe mais espaço na cobertura da imprensa e seja debatido de forma recorrente por número crescente de formadores de opinião.

Em ambos os casos, a ideia é que a população seja progressivamente esclarecida das intenções e perigos das notícias falsas.  

Além de Tardáguila, participam da live sobre fake news promovida pelo TSE o presidente da corte, Luis Roberto Barroso, o deputado federal Felipe Rigoni (PSB-ES), que é um dos autores do PL das fake news, e o biólogo e doutor em microbiologia Átila Iamarino.