Sleeping Giants cobra Folha, Gazeta do Povo e Globo Play por anúncios em sites de fake news

Redação Portal IMPRENSA | 16/06/2020 19:05
Após começar a terceira campanha contra sites que propagam desinformação, o Sleeping Giants Brasil cobrou uma posição de empresas que foram alertadas, mas ainda não confirmaram bloqueio de anúncios desses sites. Entre elas, três empresas de comunicação: Folha, Gazeta do Povo e Globo Play.
Crédito:Reprodução


"Sleepings essas são as empresas que ainda NÃO nos deram uma resposta ou não confirmaram o bloqueio da monetização de portais que promovem a desinformação. Precisamos da ajuda de vocês para cobrá-las novamente", postou o perfil do movimento no Twitter.

Criado nos EUA em 2016 com o objetivo de derrubar o financiamento de sites de extrema direita que propagam notícias falsas, o movimento estreou no Brasil no final de maio, com a campanha contra o site Jornal da Cidade Online (JCO), que foi considerado o que mais propagou fake news nas eleições de 2018.

Após a campanha, o JCO desativou sua adesão à plataforma de publicidade programática do Google. 

Segundo alvo do Sleeping Giants, em de junho, o site Conexão Política também abriu mão do Adsense, ferramenta do Google que distribui  as propagandas em sites que o algoritmo julga ter propostas parecidas com a do anunciante.

No dia 13 de junho, então, o Sleeping Giants começou a terceira campanha, contra o site Brasil Sem Medo. "Bom dia galera, ontem anunciamos que a campanha de arrecadação do segundo site alvo do movimento o Conexão Política foi excluída! Vitória muito grande, mas ainda temos muito a ser feito, bora cobrar as empresas que ainda aparecem pelo Brasil Sem Medo?", tuitou o perfil do movimento. 

Leia também: