Bolsonaro recria Ministério das Comunicações e nomeia genro de Silvio Santos como ministro

Redação Portal IMPRENSA | 11/06/2020 10:56
O presidente Jair Bolsonaro recriou o Ministério das Comunicações e nomeou o deputado Fábio Faria (PSD-RN) como ministro. O parlamentar é casado com a apresentadora Patrícia Abravanel, filha de Silvo Santos, dono do SBT.  

O anúncio foi feito em uma rede social do presidente nesta quarta-feira (10). O decreto da nomeação já foi publicado no Diário Oficial.   

Extinto no governo Temer, após o afastamento de Dilma Rousseff, o Ministério das Comunicações foi incorporado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. 

Segundo Bolsonaro, será publicada uma Medida Provisória para desmembrar o atual Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, que atualmente é chefiado por Marcos Pontes. 

O presidente nomeou ainda o secretário de Comunicação Social, Fábio Wajngarten, para o cargo de secretário-executivo do Ministério das Comunicações.  Desta forma, a Secom será extinta e suas competências serão incorporadas à nova pasta.

Crédito:Câmara dos Deputados

   
Para a imprensa, Bolsonaro afirmou que houve “aceitação excepcional” sobre a decisão. "Vamos ter alguém que não é um profissional do setor, mas tem conhecimento até pela vida que tem junto à família do Silvio Santos", afirmou o presidente ao G1. "É uma pessoa que sabe se relacionar e vai dar conta do recado", completou.

Fábio Faria é formado em administração de empresas pela Universidade Potiguar (UnP). Ele está no quarto mandato de deputado federal e é filiado ao PSD, partido que integra o Centrão.

A escolha de Bolsonaro pelo deputado ocorre em meio à aproximação do presidente com o Centrão. Para a imprensa, o presidente negou ter negociado a indicação de Fábio Faria com o Centrão, afirmando ao G1 que não se lembra qual é o partido do deputado.

Sem despesas
O governo federal publicou nota informando que não haverá aumento de despesa para a recriação da pasta. "Sem nenhum aumento de despesa, utilizando apenas de cargos de estruturas já existentes, o Presidente da República recriou o Ministério das Comunicações. A Secretaria Especial de Comunicação Social, hoje na Secretaria de Governo da Presidência da República, foi extinta e suas competências incorporadas ao novo Ministério", diz nota.

Leia também