Com entrevistas feitas em celular, série documental sobre covid-19 estreia nesta sexta

Leandro Haberli | 07/05/2020 12:06
A dimensão microscópica e o formato esférico do sars cov-2 (nome científico do novo coronavírus) foram a inspiração para o título da série documental ‘A tirania da minúscula coroa: Covid19’, que estreia nesta sexta (8) no YouTube.

Baseado em mais de 300 horas de material,  o projeto é fruto de parceria entre o jornalista Gustavo Girotto, também sócio da Tamer Comunicação (onde ingressou há 17 anos), e os irmãos Ricardo e Juliano Sartori, especialistas na produção de vídeos documentários. 

A série jornalística busca seguir um padrão alinhado ao das produções do gênero disponíveis na Netflix, trazendo a cada episódio entrevistas com médicos, economistas, artistas, jornalistas e profissionais de pesquisa, sempre com o objetivo de levar informação de qualidade e conscientização sobre a covid-19.
Crédito:Reprodução YouTube

Além da paixão por documentários e jornalismo, o trio de realizadores tem em comum a cidade natal Taquaritinga (SP). Não por acaso, o material que deu origem aos capítulos foi originalmente feito por Girotto para as rádios taquaritinguenses Planeta Verde e Canal Um FM.  

Como a série foi feita sob isolamento social, todas as entrevistas foram gravadas em celular pelos próprios entrevistados, seguindo pautas previamente discutidas. 

“Criamos um documentário in house – até como desafio pessoal -, respeitando a quarentena", diz Girotto, acrescentando que o objetivo da série é abordar "sob a ótica de grandes profissionais" temas como cuidados preventivos, impactos na economia e "até uma visão espiritual" da crise. 

A série também contou com orientação do jornalista Adalberto Piotto, autor do filme 'Orgulho de Ser Brasileiro', e colaboração do jornalista Tércio David Braga.

Veja o teaser do projeto: 

Leia também