1308 jornalistas de 77 países participam de pesquisa sobre desafios da cobertura da pandemia

Redação Portal IMPRENSA | 30/04/2020 11:44
Feita em 77 países (incluindo o Brasil), entre os dias 26 e 28 de abril, a nova pesquisa da Federação Internacional de Jornalistas (IFJ, na sigla em inglês) entrevistou 1308 profissionais que estão na linha de frente da cobertura da pandemia de sars-cov-2 sobre os desafios do trabalho. 

Três a cada quatro entrevistados responderam que já enfrentaram restrições oficiais, obstrução ou intimidação em sua cobertura da crise sanitária. 

Dois terços relataram cortes/atrasos nas remunerações (entre os freelancers esse índice sobe para quase 100%), perda de emprego, cancelamento de projetos e piora nas condições de trabalho.
Outros resultados relevantes: mais de 25% dos jornalistas relataram falta de equipamentos para trabalhar de casa e falta de acessórios de proteção para apurar as pautas nas ruas.  

A pesquisa também revelou que mais da metade dos jornalistas está sofrendo de estresse e ansiedade.

Além disso, dezenas de jornalistas relataram terem sido presos, atacados e processados judicialmente por suas reportagens sobre covid-19. 

A vasta maioria dos entrevistados, de países tão diversos como Grécia, Indonésia, Peru e Brasil, também relatou que a pandemia diminui a liberdade de imprensa em seus cotidianos profissionais, descrevendo a situação com adjetivos como "problemática", "terrível", "pior", "restrita" e "declinante".

Auto-denominada "maior organização profissional de jornalistas do mundo", a IFJ informa em seu material institucional representar 600 mil jornalistas em 146 países.

Veja a seguir a lista (em inglês) de países onde a pesquisa foi realizada:

Angola, Argentina, Australia, Belgium, Bhutan, Bosnia Herzegovina, Brazil, Burkina Faso, Cambodia, Cameroon, Canada, Chad, Chile, Colombia, Congo-Brazzaville, Costa Rica, Croatia, Cyprus, Ecuador, Egypt, El Salvador, Ethiopia, Finland, France, Germany, Ghana, Greece, Guatemala, Guyana, Hong Kong, India, Indonesia, Iraq, Ireland, Israel, Italy, Japan, Kenya, Latvia, Luxemburg, Macau, Mali, Malta, Mauritania, Mexico, Morocco, Nepal, Netherlands, Nigeria, North Macedonia, Norway, Pakistan, Panama, Paraguay, Peru, Philippines, Portugal, Senegal, Serbia, Slovenia, Somalia, South Africa, Spain, Sri Lanka, Sweden, Switzerland, Taiwan, Togo, Tunisia, Turkey, United Kingdom, Uganda, Uruguay, USA, Vanuatu, Venezuela, Vietnam