Twitter anuncia medidas contra deepfake e conteúdos manipulados

Redação Portal IMPRENSA | 06/02/2020 10:12
O  Twitter anunciou, na terça-feira (04/02), uma série de medidas para conter a disseminação de conteúdo manipulado, como as deepfakes, imagens e vídeos editados ou tirados de contexto com o intuito de prejudicar indivíduos ou grupos.

Crédito:Reprodução
A partir do dia 5 de março, mensagens capazes de induzir a manifestações de violência contra um indivíduo ou grupo, ou voltadas a intimidar ou a calar outros perfis vão receber os seguintes tratamentos:

-  O tuíte será marcado com um aviso de mídia manipulada;

- O tuíte exibirá um aviso antes que outro usuário curta ou dê um RT;

- O tuíte terá sua visibilidade reduzida e/ou não poderá ser recomendado;

- O tuíte será ligado a uma página com mais explicações e contexto adicional sobre a mídia.

Segundo o Twitter, será levado em conta o texto e metadados ligados à mídia, o usuário que a postou e os sites e grupos aos quais o perfil é ligado. 

Para identificar esse tipo de mensagem, o Twitter vai verificar se a mídia recebeu inserções ou sobreposições de áudio e vídeo, como deepfakes; se foi editada da fonte original, de modo a alterar seu contexto; e se ela é simulada representando uma pessoa.

Os usuários que compartilharem mídias manipuladas poderão sofrer sanções e até serem banidos da rede social por violação dos Termos de Serviço.

Leia também:
Pesquisa revela alta desconfiança dos americanos nas mídias sociais