Jornalista americano é preso na Indonésia

Redação Portal IMPRENSA | 23/01/2020 12:09
Funcionários da imigração da Indonésia invadiram a casa do jornalista americano Philip Jacobson, editor do site de ciências ambientais Mongabay, o prenderam e o transferiram para um centro de detenção em Palangkaraya. 

Crédito:AFP/Adek Berry
O jornalista expôs a degradação ambiental e as más ações corporativas na Indonésia. 

Ele é acusado de violar a lei de imigração da Indonésia, criada em 2011. As autoridades alegam que Jacobson estava trabalhando como jornalista enquanto estava com um visto comercial. Se for condenado, poderá ficar até cinco anos preso. 

Jacobson já tinha sido detido, em 17 de dezembro de 2019, mas foi liberado após interrogatório de quatro horas, sob a condição de permanecer em Palangkaraya enquanto o status de seu visto estava sob investigação. 

O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) pede a libertação imediata de Jacobson e o fim do processo contra ele. 

"Quanto mais o jornalista Philip Jacobson permanece detido, mais danos a Indonésia causa à sua reputação de democracia com uma imprensa livre", disse Shawn Crispin, representante sênior do Sudeste Asiático no CPJ.

Leia também:
Jornalista alemão é atacado por ativistas de extrema direita em Atenas
Jornalista francês é preso após divulgar presença de Macron em teatro de Paris