Bolsonaro ataca a imprensa sem se preocupar em esclarecer o fato noticiado, diz Abraji

Redação Portal IMPRENSA | 07/01/2020 09:27

Os novos comentários negativos de Jair Bolsonaro a jornalistas, feitos nesta segunda (06/01), seguem causando grande repercussão.  A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) emitiram notas de repúdio. 

Crédito:Antonio Cruz/Agência Brasil

Bolsonaro disse que os jornalistas são uma espécie em extinção e deveriam estar vinculados ao Ibama, ao ser questionado sobre uma reportagem do Uol sobre o uso de recursos públicos em sua campanha a deputado federal em 2014. 

“Novamente, Jair Bolsonaro usa um discurso típico de líderes autoritários: diante de uma notícia que o desagrada, ataca o mensageiro, sem se preocupar em esclarecer o fato noticiado”, disse a nota da Abraji. 

A entidade lembra que, “como já é habitual”, Bolsonaro não apresentou fatos sobre as suspeitas apresentadas pela imprensa, neste caso sobre uso de recursos públicos em sua campanha de 2014 a deputado federal. 

Por sua vez, a ABI destaca que “o país e o mundo têm sido surpreendidos por declarações estapafúrdias do presidente da República e de seus auxiliares mais próximos”. 

Leia também:

“Vocês são uma raça em extinção”, diz Bolsonaro em ataque a jornalistas

Bolsonaro deu 608 declarações falsas ou distorcidas em seu 1º ano como presidente